Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Campus realiza VI Seminário de Educação Indígena
Início do conteúdo da página Notícias

Campus realiza VI Seminário de Educação Indígena

Evento realizado nos dias 30 e 31 de agosto debateu sobre a “licenciatura intercultural” e a educação escolar indígena
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 22/09/2021 09h25
  • última modificação 22/09/2021 09h25

O IFMA Campus Barra do Corda realizou nos dias 30 e 31 de agosto o VI Seminário de Educação Indígena, com o tema “Licenciatura intercultural e protagonismo indígena: diálogos necessários para a efetividade da educação escolar indígena diferenciada na região central do Maranhão”. O evento foi promovido pelo Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Índio-descendentes (NEABI) do campus, com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA).

A solenidade de abertura do seminário teve a participação do  secretário de Educação de Barra do Corda, Abdiel Ramon do Nascimento Junior; da secretária de Assuntos Indígenas do Município de Barra do Corda, Libiana Pompeu (do povo indígena tenetehara-Guajajara); da secretária de Assuntos Indígenas do Município de Fernando Falcão, Elinete Kanela  (do povo indígena Canela-Ramkokamekrá); do vereador de Barra do Corda Antonio Tavares, que representa os povos indígenas na câmara; e da liderança indígena Franscisquinho TepHot (Canela Ramkokamekrá). Do IFMA, participaram da mesa de abertura a diretora-geral do Campus Barra do Corda, Marinete Moura; a diretora de Desenvolvimento Educacional do Campus Barra do Corda, Luciana Helena da Silva; e o representante do NEABI Barra do Corda, Josué Felipe Maia, professor de Sociologia do campus.

De acordo com os organizadores, o seminário buscou promover reflexões e debates acerca da formação de professores indígenas, bem como discutir a proposta pedagógica do curso de Licenciatura em Educação Intercultural para obter contribuições das lideranças e professores indígenas, a fim de construir de forma participativa a versão final do Projeto Pedagógico do referido curso.

A programação contou com palestras e rodas de conversas em plenária. Entre elas, a palestra “As licenciaturas interculturais e o protagonismo nos processos educativos das comunidades indígenas”, apresentada pela professora Ana Carolina Amorim, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA); a palestra “Os desafios da Pedagogia da Alternância/Tempo Comunidade no Currículo das Licenciaturas Interculturais”, com a professora Lilian Abram, da Universidade Federal de Goiás (UFG); e a palestra “As políticas de formação de professores indígenas”,   ministrada por Áustria Rodrigues Brito.

Um dos pontos altos do VI Seminário de Educação Indígena foi a Roda de Conversa com acadêmicos das Licenciaturas Interculturais da UFG e da UEMA sobre os desafios existentes, uma vez que os cursos são ofertados em cidades muito longe das comunidades indígenas. Os graduandos discutiram ainda sobre como as licenciaturas em educação intercultural contribuem para as mudanças profissionais e pessoais. A atividade foi mediada pela professora Marinete Moura, que também é pesquisadora da Educação Escolar Indígena da região.

A programação teve ainda apresentações de trabalhos científicos internos e externos de pesquisa e de extensão, além de oficinas temáticas nas áreas de Linguagens, Ciências Exatas, Ciências da Natureza e Ciências Humanas, que trataram de forma específica sobre as contribuições dos professores indígenas para o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Educação Intercultural.

O VI Seminário de Educação Indígena foi encerrado com as apresentações de cantos indígenas entoados pelos professores e lideranças indígenas dos povos Tenetehara-Guajajara, Canela-Ramkokamekrá e Canela-Apaniekrá.

O VI Seminário Indígena  ocorreu com atividades presenciais, autorizadas pelo Comitê de Crise do IFMA Campus Barra do Corda, com o devido atendimento a todas as normas de biossegurança e protocolos sanitários adotados neste período de pandemia coronavírus.

registrado em:
Fim do conteúdo da página